9.7 C
New York
lunes, enero 30, 2023
spot_img

Últimos Posts

Fenavindima se encaminha para o último final de semana

A 13ª Festa Nacional da Vindima se aproxima dos últimos dias de evento. De quinta a domingo, no Parque da Vindima Eloy Kunz, os organizadores esperam os visitantes com inúmeras atrações. Com o tema “Vinho para brindar, festa para celebrar”, a Fenavindima apresenta uma série de atividades para envolver a comunidade e os turistas nas tradições e culturas italianas preservadas pela Serra Gaúcha. O final de semana segue com o Festival do Menarosto promove o lazer ao redor da mesa, com almoços e jantares. A exposição de uvas espalha o aroma da fruta pelos pavilhões. A descontração é garantida pelos jogos de bodega e pelos jogos de colônia. A emoção fica por conta dos desfiles de carros alegóricos, realizados na Borges de Medeiros. E a diversão fica por conta dos shows e atrações culturais e artisticas. A Fenavindima segue até o dia 8 de março de 2015.

 Desfile Carro 06 - LA GRASPA 02

SEMANA DA AGRICULTURA FAMILIAR

       A Semana da Agricultura Familiar, organizada pela Comissão da Agricultura da Fenavindima, se encerra na sexta-feira, dia 6, com a palestra Gestão econômico-financeira na produção vitícola. Ministrada pelo pesquisador de Economia e Administração da Embrapa Uva e Vinho, Joelsio José Lazzarotto, a atividade ocorre às 19h30min, na sede do Grupo de Escoteiros Alberto Mattioni, localizada no bosque do Parque da Vindima. O projeto tem como tema a Produção Sustentável e visa fortalecer, apoiar e incentivar o desenvolvimento do setor e suas formas associativas e cooperativas de produção, gestão e comercialização, bem como estimular a criação de políticas públicas para o seu fortalecimento e viabilizar, profissionalizar e ofertar alternativas para o agricultor familiar.

 Desfile Carro 06 - LA GRASPA 01

6 de março, sexta feira

18h – Visitação às estações no bosque do Parque

19h30min – Gestão econômico-financeira na produção vitícola

Palestrante: Pesquisador de Economia e Administração da Embrapa Uva e Vinho, Joelsio José Lazzarotto

PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA

A programação artística do final de semana terá diversas atrações, com destaque para o show nacional da dupla sertaneja João Neto e Frederico. Os ingressos de acesso ao Parque, no valor de R$ 6, dão direito ao show, mas quem quiser conferir a atração de camarote pode adquirir os bilhetes a R$ 50, na Secretaria de Turismo de Flores da Cunha. Mais informações pelo telefone (54) 3292.1722.

 

Quinta, dia 5

16h – Abertura do Parque

20h – Jantar Festival do Menarosto (Confraria Arte Del Vino)

21h – Espetáculo com o Grupo Ragazzi Dei Monti (Palco Uva Bordô)

Sexta, dia 6

16h – Abertura do Parque

19h30min – Palestra Agroindústria Familiar – Sede do Escoteiros

20h – Jantar Festival do Menarosto

21h – Show Neto e Junior (Palco Uva Bordô)

23h – Show Nacional JOÃO NETO E FREDERICO (Palco Uva Bordô)

Desfile Carro 05 - El Miglio

Sábado, dia 7

9h – Abertura do Parque

12h – Almoço Festival do Menarosto

12h – Show Dolce Far Niente (Palco Uva Niágara)

14h – Coro Municipal

15h – Coro Expressões RGE

16h – Il Passeto

16h30min – Banda Florentina

14h às 22h – Visitação a Escola de Gastronomia UCS

19h – Desfile de Carros Alegóricos

20h – Jantar Festival do Menarosto

21h – Show Hábitos Groove (Palco Uva Bordô)

22h – Show Os Neutrons / Festa Anos 80 (Palco Uva Bordô)

 

Domingo, dia 8

9h – Abertura do Parque (Presença do ônibus do Internacional)

10h às 13h30min – Passeios Turísticos – operadoras

11h às 14h – Jogos de Colônia (CDL Jovem – Junto ao Palco Uva Bordô)

12h – Festival do Menarosto

12h – Show Dolce Far Niente (Palco Uva Niágara)

14h – Apresentação Teatral Edgar Maróstica (Palco Uva Bordô)

16h – Desfile de Carros Alegóricos

18h30min – Encerramento da 13ª Fenavindima com Grupo Sole Mio e Coral Nova Trento

20h – Show PORTO DO SOM (Palco Uva Bordô)

Desfile Carro 15 - La corte 01

CORSO ALEGÓRICO

As duas edições dos desfiles de carros alegóricos emocionaram um público de mais de sete mil pessoas. Muita interação e alegria marcaram o corso da Rua Borges de Medeiros. Com 15 carros e inspirado no tema da Festa “Vinho para brindar, festa para celebrar”, o corso ocorre novamente no sábado, às 19h e no domingo, às 16h.

O desfile é dividido em três momentos: Sonho, baseado na ilusão dos imigrantes na busca pelo paese della cucagna; Realidade, que retrata a chegada e a evolução dos italianos na região; e Celebração, que visa destacar os méritos, culturas e conquistas dos imigrantes. O artista caxiense André Gnatta é responsável pela confecção de cinco dos carros. Os outros 10, foram produzidos pelas comunidades da Linha 60, Fulina, Martinho, Nova Roma, Alfredo Chaves, São Vitor, Otávio Rocha, Travessão Carvalho, Travessão Gavioli e São Gotardo (veja abaixo relação completa). O desfile conta ainda com a participação de carros de festas de municípios vizinhos.

Cada condução leva um dito em talian. De acordo com a integrante da comissão de desfiles, Vivian Schiavenin, as frases não são traduzidas. “O objetivo é estimular os turistas a questionarem os moradores da cidade sobre o significado de cada expressão. Assim, geramos interação”, destaca. Interação, aliás, é o grande mote do desfile. Minutos antes de cada saída, integrantes da organização do evento convidam até 20 expectadores a participarem do corso como figurantes. Outra atividade interativa é que cada carro fará distribuição de um alimento. “Os visitantes serão agraciados com polenta, uva, suco, graspa, entre outros”, conta Vivian.

 Desfile Carro 01 - El paese de la cucagana 01

Datas:

07 março, 19h – sábado à noite

08 março, 16h – domingo à tarde

Local:

Rua Borges de Medeiros

Ingressos:

Arquibancada para desfiles R$ 10

 Desfile Carro 15 - La corte 02

Os carros

1. André Gnatta – EL PAESE DE LA CUCAGNA (O PAÍS DA FARTURA) – “Ntel paese de la cucagna chi manco laora depi guadagna”.

2. André Gnatta – DAL’ITALIA NOI SIAMO PARTITI (DA ITÁLIA NÓS PARTIMOS) – “Cosa sarala sta Mèrica? Un bel massolino di fior”

3. André Gnatta – A L’AMÈRICA NOI SIAMO ARRIVATI (À AMÉRICA NÓS CHEGAMOS) – “Abiam dormito sul nudo terreno, come le bestie abiam riposà”

4. Linha 60 – LA FEDE (A FÉ)  – “La giustissia se no la fà el pretor, presto o tardi la fà el Signor”

5. Fulina e André Gnatta (cenografia) – EL MIGLIO (O MILHO) – “Polenta e late slarga le culate”

6. São Martinho – LA GRASPA (A GRASPA)  – “La graspa l’e piombo a la matina, argento al mesdi e oro a la sera”

7. Nova Roma – EL FORMENTO (O TRIGO) – “Quando el formento l’e sui campi, l’e de Dio e dei santi; quando l’e sui solari, no se pol gaverlo sensa denari.”

8. Alfredo Chaves – LA UA (A UVA) – “Vigna ntel sasso, orto in terren grasso”

9. André Gnatta – LE VENDEMERE (AS VINDIMEIRAS – embaixatrizes) – “La ua ntel cuor, de le vigne i fior”

10. São Vítor (produção), Alfredo Chaves (transporte) e André Gnata (cenografia) – EL VIN (O VINHO) – “Val depi un bicier de vin in boca mia che sento medissine in farmissia”

11. Travessão Carvalho e Otávio Rocha – LA SAGRA (A SAGRA) – “Sant’Antoni dea barba bianca fame catar quel che me manca”

12. Travessão Gavioli – EL FILÒ (O FILÒ) – “Quando canta el ciò ze fenio de dar filò”

13. São Gotardo – LA STORIA DEL GAL (A HISTÓRIA DO GALO)– “Fate vanti che bauchi ghen’e tanti”

14. MUNICÍPIOS CONVIDADOS – “El sol ‘l nasse par tuti”

15. André Gnatta – LA CORTE (A CORTE)– “Negli occhi tuoi c’è il sole, c’è il colore delle viole”

 07 Turistas participaram da pisa da uva

GASTRONOMIA

Além do tradicional festival do Menarosto, que atende nas quintas, sextas e sábados, às 20h, e aos sábados e domingos, a partir da 12h, a Escola de Gastronomia UCS ICIF serve almoço, e o Trattoria Pastine atende na sede dos escoteiros, com almoço e jantar. Para lanches rápidos, a Nella Pietra está presente com o Food Truck Pizza Taglio, com seis sabores de pizzas vendidas por fatia. O Parque conta ainda com venda de produtos coloniais, distribuição de uvas, barraca de crepes entre outros.

O Trattoria Pastine servirá seu tradicional rodízio de massas, na sede do Grupo Escoteiro Alberto Mattioni, junto ao Bosque do Parque da Vindima. O horário de atendimento é de quinta a domingo, às 19h, e aos sábados e domingos ao meio-dia. O rodízio oferece cinco variedades de massas e dois tipos de carne ao valor de R$ 37 por pessoa (bebida não inclusa).

A Escola de Gastronomia UCS-ICIF servirá almoço no sábado e no domingo, das 12h às 14h, no Ristorante Dolce Italia, com capacidade para até 50 pessoas. O valor do almoço é R$ 40, não incluindo bebidas.

Menu da Escola de Gastronomia

Sábado, dia 7

Antipasti

Flan de abobrinha com maionese de tomate

(Budino di zucchine con maionese di pomodoro)

Prato do dia

Coelho ao molho de vinho tinto

(Coniglio al vino rosso)

Lasanha rústica com verduras

(Lasagna rustica alle verdure)

Dolce

Maçã recheada ao vinho licoroso

(mela ripiena al vino liquoroso)

Domingo, dia 8

Antipasti

Berinjelas à parmegiana

(Parmigiana di melanzane)

Prato do dia

Orecchiette ao pesto

(Orecchiette al pesto)

Porchetta classica com molho tartaro

(Porchetta classica con salsa tartara)

Dolce

Peras ao vinho tinto

(Pere al vino rosso)

ESTRUTURA DO PARQUE

Com uma estrutura diferente das outras edições, os pavilhões 2 e 3 do Parque estão formatados para incentivar as festividades. Cada espaço foi denominado com uma expressão em talian. Ao entrar no pavilhão, os visitantes são agraciados pelo aroma da exposição de uvas, ambiente denominado El Vignal. O passeio segue para a área Le None e i Tosatei, espaço para atividades recreativas, com exposição de antiguidades características da região e produção de artesanato típico. Em seguida, os visitantes acessam La Raia de Le Boce e La Bodega, onde ocorrem os jogos tradicionais e são comercializadas guloseimas.

O Ristorante tem a proposta de valorizar os encontros ao redor da mesa, com a realização do Festival do Menarosto, com almoços, jantares, mantendo a farta gastronomia típica italiana. O vinho ganha evidência em dois espaços denominados Le Cantine, onde são servidos petiscos, além de pratos quentes e do tradicional menarosto, prato típico do município, que é feito no local para apreciação dos visitantes em todos os dias do evento.

O lounge onde a rainha Janaína Massarotto e as princesas Camila Baggio e Mayara Zamboni, recebem os visitantes se chama La Corte. Ao lado, o espaço Produtti de La Colonia apresenta os produtos das agroindústrias familiares florenses.

O Parque abriga ainda a exposição do projeto Beleza, Arte e Cultura – Pinte uma tela. Criado com o objetivo de valorizar a criatividade dos artistas florenses e reconhecer o comprometimento das embaixatrizes, a iniciativa, conta com 14 obras de arte criadas por artistas florenses  que se inspiraram nas candidatas e nos elementos da vindima.

Além do forte apelo turístico, a Fenavindima é um evento multiplicador de negócios e de entretenimento. Desta forma, no subsolo do Pavilhão 3 (onde nas outras edições ficava o restaurante), 30 estandes são dedicados a exposição dos setores produtivos do município: indústrias de malhas, confecções, móveis, entre outros.

No bosque do Parque da Vindima, também há novidades. Dez estações de trabalho exibem processos produtivos em diferentes áreas: produção de olericultura, cultivo de morango em estufa, piscicultura, veterinária, ambiental, fruticultura (frutas de caroço), videiras, entre outras.

Na Casa di Noni e nas casinhas externas, produtos colonias são comercializados. Na entrada do Parque, os visitantes podem conhecer a história da festa visitando o Memorial da Fenavindima.

A Escola de Gastronomia UCS-ICIF, localizada junto ao Parque, abre para visitação no sábados, às 14h30min. Além de conhecer os procedimentos da escola, os visitantes são agraciados com brindes e poderão degustar café, chá, bolo, biscoitos, patês e pães feitos na Escola.

 04 Festival do Menorosto -  prato típico do município é feito no local para apreciação dos visitantes em todos os dias do evento.

JOGOS DE COLÔNIA

Entre as diversas atividades e programação cultural da festa, os Jogos de Colônia, organizados pela CDL Jovem, destacam-se e divertem o público. Sempre aos domingos, as brincadeiras ocorrem das 11h às 14h. Os visitantes podem se inscrever na hora. A premiação será em produtos colonias, vinhos e suco de uva. As provas, inspiradas em hábitos da vida rural desenvolvidos pelos imigrantes na região colonizada por italianos, são atividades como amassar a uva com os pés, plantar milho, corrida de cariola, fazer massa e arremesso do queijo.

Até agora a Festa contabiliza 39 mil visitantes. O horário de funcionamento da Fenavindima é nas quintas e sextas, das 16h às 22h, e nos sábados e domingos, das 9h às 22h. A entrada custa R$ 6 e oferece acesso aos shows e a um vale uva. A Festa é uma realização do Ministério da Cultura Associação Comunitária Fenavindima e da Prefeitura de Flores da Cunha. Mais informações:  www.fenavindima.com.br.

Latest Posts

spot_img

No puedes perderte

spot_img
spot_img